Existem muitos Mitos que acabam se tornando verdade por falta de informação. Por isso vamos desmistificar alguns mitos com relação a bebidas e trânsito, que muitas vezes servem de desculpa.
  • “A cerveja é menos nociva que outros tipos de bebidas alcoólicas.”.
    Uma lata de cerveja, uma taça de vinho ou um martelinho de cachaça são igualmente nocivos. A única coisa que varia é a quantidade.
  • “O problema não é beber, e sim misturar”.
    Misturar cerveja, vinho, cachaça e etc, vão é acabar com seu estômago e fígado, mas não são mais prejudiciais do que beber apenas um tipo de bebida. Álcool é álcool.
  • “Uma ducha fria, café bem forte e ar fresco te deixarão sóbrio”.
    Somente o tempo vai eliminar o álcool de seu organismo. Seu organismo levará aproximadamente uma hora para eliminar a maior parte do álcool presente em uma cerveja, por exemplo. A ducha fria pode, no máximo, te manter acordado, mas o álcool não sairá de seu corpo.
  • “Café te deixa acordado o suficiente para dirigir após beber”.
    Dê uma xícara de café à um bêbado e a única coisa que você terá é um bêbado acordado. A energia dada pela cafeína não é capaz de mantê-lo alerta e recuperar a velocidade na tomada de decisões perdidas com o consumo de álcool.
  • “Eu bebo apenas cerveja e não tenho problemas para dirigir”.
    Basta apenas uma latinha de cerveja e sua percepção de distância e velocidade já ficam alteradas.
  • “Se eu bebo, eu compenso dirigindo mais devagar e em segurança”.
    Beber e dirigir não é seguro, não importa sua velocidade. Na verdade, se dirigir devagar demais pode acabar atrapalhando o trânsito e causar acidentes de qualquer maneira.
  • “Comer bem antes de beber vai te manter sóbrio”.
    Beber com o estômago cheio vai apenas atrasar a absorção de álcool na sua corrente sanguínea, mas não impedi-la. Comer antes de beber não vai impedi-lo de ficar bêbado.
  • “É possível enganar o bafômetro colocando pedras de gelo na boca antes de assoprar o aparelho. O gelo libera hidrogênio e faz com que o álcool não seja percebido pelo medidor”.
    Para começar, gelo não libera hidrogênio ao derreter. Nem mesmo sua associação com a Coca-cola irá liberar algo além de água e gás carbônico. Não há qualquer embasamento químico para esta afirmação.
  • “O bafômetro não é um instrumento preciso”.
    O bafômetro faz apenas umA estimativa da concentração de álcool em seu sangue, porém é suficiente para determinar se uma pessoa está embriagada ou não, mesmo com uma margem de erro de até 30%.
  • “O 'bafo' de álcool é o que determina se alguém está bêbado ou não”.
    Na verdade, não é o álcool que causa o mau hálito (o famoso bafo-de-onça) e sim as substâncias que compõe as bebidas alcoólicas. O cheiro do álcool puro é quase imperceptível pelas pessoas.
Tirando Onda
Quinta-feira chegando e todo mundo se preparando para a balada do fim de semana. E que tal colocar seu recado da balada no Facebook? É muito fácil. É só escolher o seu recado, clicar e compartilhar no seu Facebook.
Veja outros modelos
Para você que vai para balada e está sem o seu “Motorista da Balada”, não se preocupe. O Detran juntamente com o Sindicato dos Taxistas de Goiânia formaram uma grande parceria para beneficiar você que gosta de tomar aquela cervejinha e não pode voltar dirigindo para casa. Por isso, fique atento aos táxis e empresas identificadas com o selo da campanha e aproveite descontos de 10% em sua corrida.
Bebeu na balada? Então vá de táxi!